Saphety
19.11.2015

Automação no processo de Integração das NFS-es (Notas Fiscais de Serviço)

Um assunto que percebemos ser muito interessante para algumas empresas, é a integração das NFS-es recebidas, automaticamente no sistema de gestão (ERP), principalmente para aquelas empresas que contratam serviços de diversos prestadores com diferentes localizações.

Impossível de ser feito como é atualmente com a NF-e, um modelo único padronizado (XML). A integração das NFS-es é muito mais complexa, pois cada prefeitura segue um modelo. Conhecemos aproximadamente quarenta padrões diferentes de NFS-e, uma verdadeira confusão tecnológica. Os principais utilizados pelas prefeituras são: GINFES, BETHA, ISSNET, outras como São Paulo (NF Paulistana) desenvolveram o seu próprio padrão. Porém, além de diversos padrões, algumas Prefeituras nem mesmo disponibilizam um arquivo para integração, apenas uma imagem no formato pdf, o que dificulta ainda mais a integração com o sistema de gestão.

Soluções que gerenciam todas as NFS-es recebidas, independente da Prefeitura vem sendo cada vez mais utilizadas no mercado. Normalmente elas centralizam o recebimento das NFS-es em qualquer formato após a emissão do documento pela Prefeitura, utilizando o e-mail como meio de comunicação. O arquivo recebido é submetido e processado em uma plataforma OCR que converte as informações em um arquivo TXT ou XML com todas as informações da NFS-e, e em seguida são disponibilizados ao tomador do serviço para integração com o ERP.

 

Modelo de integração NFS-e recebida

A partir desta integração o ERP pode fazer uma série de consistências como:

  • Número do pedido de compra pertencente ao serviço prestado;
  • Status do pedido, aprovado/pendente de aprovação;
  • Valores dos serviços;
  • Impostos (alíquota e valor);
  • Condições de pagamento;

Além disso, com a integração das NFS-es, algumas melhorias nos processos internos da sua empresa poderão ser notadas, sendo algumas delas:

  • Agilidade na aprovação de pagamentos.
  • Dinamismo no processo.
  • Qualidade das informações.
  • Redução de tempo de processamento das informações.
  • Conferência automática de informações.
  • Maior agilidade na tomada de decisões.

Caso queira obter mais informações, estou à disposição.

 

Artigo original publicado no LinkedIn a 19 de Outubro de 2015.

Subject: 2015, Brazil

Alexandre Bastos

Publicado por Alexandre Bastos

Senior Technical Consultant at Saphety, Brazil (Linkedin)